O CASTELO DOS DESTINOS CRUZADOS

WORKSHOP DE ARTE-TERAPIA

Workshop de Arte-Terapia:

O CASTELO DOS DESTINOS CRUZADOS

“Um dos comensais puxou para si as cartas dispersas, (…) mas não as juntou nem baralhou; tirou uma carta e pousou-a à sua frente. Todos notámos a semelhança entre o seu rosto e o da figura, e julgámos compreender que com aquela carta ele queria dizer «eu» e se preparava para contar a sua história.”

– Italo Calvino

Data:

15 de janeiro / 15h

Local:

Lisboa, Galeria Monumental

Campo dos Mártires da Pátria, 101

Duração:

2 horas

Valor:

25 €

QUANDO A CARTA NOS REFLETE

Tal como as personagens do conto de Italo Calvino que dá nome a este workshop de Arte-Terapia, teremos à disposição um baralho de cartas onde surgem reis, damas, cavaleiros e tantos outros. Resistindo à tentação de procurar o futuro nas cartas de tarot, cedo descobriremos que todas estas personagens falam de nós, do nosso presente.

Através da expressão artística estabeleceremos um lugar onde as estórias de cada um irão confluir apoiadas na metáfora, no símbolo e na imaginação. Ao invés de brandir a espada, usaremos a esferográfica, e perante as adversidades, a mancha e o traço trilharão o caminho. Juntos edificaremos o “castelo” através da criatividade, um lugar para aprofundar o conhecimento interno, abrindo portas para a expressão emocional significativa.

Cavaleiros e damas, comitivas reais e simples viandantes: estão todos convidados para entrar no Castelo dos Destinos Cruzados.

TESTEMUNHOS DA EDIÇÃO ANTERIOR

Rating: 5 out of 5.

Ter feito esta viagem a partir dos símbolos, do desenho e escrita conferiu muito mais espontaneidade, movimento, verdade, sentimento. Foi de fato muito enriquecedor. O momento de partilha entre as atividades e o poder receber do outro um instrumento para percorrer aquele caminho, fez-me perceber que ainda que a jornada do autoconhecimento seja feita a partir do interior há pessoas cá fora que nos podem ajudar. Adorei muito a proposta.

— Cristiana

Rating: 5 out of 5.

O workshop ajudou-me a parar, olhar para dentro, e a colocar em palavras os desafios que eu estava a enfrentar.

— Belén

Apliquei-me sobretudo a observar as cartas de tarot com atenção, com olhos de quem não sabe o que sejam, e a extrair delas sugestões e associações, a interpretá-las de acordo com uma iconologia imaginária. Quando as cartas alinhadas ao acaso me davam uma história em que eu reconhecia um sentido, punha-me a escrevê-la..

— Italo Calvino

FRANCISCO LADEIRA

Arte-Terapeuta pela Sociedade Portuguesa de Arte-Terapia, licenciado em Design de Comunicação pela Faculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa e Formador Certificado pelo IEFP.

É apaixonado por cartas desde criança, tendo-se rendido à riquíssima estética das 78 cartas do tarot de Marselha. Tem vindo a explorar o baralho como motor criativo, dando cursos e palestras.

Completou o Marseille Foundation Course da Aradia Academy, lecionado por Camelia Elias, Ph.D. e Bent Sørensen, Ph.D. com quem aprendeu a encarar as cartas numa perspectiva contemplativa, analítica e poética.

“Ao colocar uma carta na mesa, baixamos uma ponte.”

— Enrique Enriquez

CHEGAR À GALERIA MONUMENTAL

Campo dos Mártires da Pátria, 101

1150-227 Lisboa

gmonumental@gmail.com